Dica Rápida: Remnants do Jack Garratt

Ooi, pessoal!! Tudo bem??
Hoje trago para vocês uma dica super rápida, que eu já estava querendo fazer a muito tempo, que é o Remnants do Jack Garratt.

Um dia, estava procurando algumas músicas quando no site apareceu a foto desse EP, eu gostei e achei linda e já tratei de baixar, enquanto baixava eu fui descobrir como era o rosto do cantor e quando eu vi pensei "Acho que não vou gostar, ele aparece fazer algo meio de rap", mesmo achando isso e não sendo fã de rap terminei de baixar e fui escutar, e adivinhem, não é que não era nada que eu pensava e eu acabei gostando muito.

As músicas acalmam, e as letras são profundas e com mensagens lindas por trás, como Water fala sobre sobre se lavar e afogar, mas é algo mais de alma, deixar a alma ser limpa, os sentimentos serem limpos.
Em I Couldn't Want You Anyway é aquele momento que a vida parece totalmente estragada, mas no fundo você sabe que vai melhorar, e essa letra meio que me lembra uma frase importante pra mim "Independente do problema a música estara lá por mim". E essa música tem uma das melhores pontes que eu já vi, e é até melhor que o refrão.
I'll keep my hope in darkness (Eu vou manter a minha esperança na escuridão)
Let my mind digress (Deixar minha mente divagar)
I know your broken heart has laid my love to rest (Eu sei que seu coração partido colocou meu amor para descansar)
O ritmo de Worry é o melhor, mas essa deve ser uma das letras mais simples do EP, basicamente ela se trata de um relação que acabou, uma das partes seguiu em frente, enquanto a outra vê a pessoa em tudo o que acontece ao seu redor.

Remnants é a mais calma e pra mim, quase beira a depressão, a letra tem muito o que tirar, mas devo ser sincera e não consigo tirar tudo, mas a parte na qual eu consigo, retrata uma pessoa que diz ser fraca que sabe que pode cair e tem uma pessoa ao sei lado que sempre a joga para baixo, mas como eu disse essa letra tem muito mais e muitas metáforas que traduzindo para o português ficam meia confusas

De letra as minhas favoritas ficam entre WaterI Couldn't Want You Anyway, já de ritmo é Worry.

Eu só quis trazer essa dica rápida porque eu não conheço ninguém que conheça o Jake, e achei que vocês poderia gostar de ouvir as músicas dele.
Espero que vocês tenham gostado da dica/analise rápida, mas agora quero saber vocês já conheciam ele, ou se passaram a conhecer ele agora, gostaram das músicas?? Deixem nos comentários que eu vou adorar ler. Até a próxima!!
Beijinhos...

Top 03 + Bônus: Autoras Brasileiras

Ooi, pessoal!! Tudo bem??
Dando sequencia ao meu Top 05 Feminino, hoje trago para vocês o meu Top 3 Autoras Brasileiras.

Devo ser sincera e dizer não li muitos livros de autoras nacionais, e a maioria dos livros são das mesmas, mas a parte boa é que isso facilita fazer o Top. Então... Vamos começar??
Obs: A lista não está por ordem de preferencia, mas sim por ordem alfabética.

01. Bruna Vieira: do blog Depois dos Quinze, e depois foi colunista da Capricho e autora.
Atualmente tem sete livros, eu já li praticamente todos os livros e eu adoro, os livros dela sempre me fazem pensar bastante na vida, ou em determinados momentos.
O meu favorito de história é o: De Volta aos Sonhos da série Meu Primeiro Blog, já o meu favorito de crônicas é o: A Menina que Colecionava Borboletas.

02. Carina Rissi: Já tem 6 livros lançados e agora em abril vai lançar o sétimo. Eu comecei lendo Perdida e dai já me apaixonei pela escrita dela, e sempre que eu sei que tem livro novo eu já quero ler, e todos os personagens masculinos da Carina são apaixonantes.
É difícil dizer qual dos livros dela é meu favorito, mas acredito que atualmente seja o No Mundo da Luna ou Procura-se Um Marido, como disse é difícil dizer.
Ps: Como sei que tenho algumas leitoras de Portugal, a boa notícia é o livro Perdida já está em pré-venda em um site chamado Wook.

03. Viviane L. Ribeiro: ela até o momento tem dois livros lançados que novamente eu acho difícil a escolha, nos livros dela as personagens são incrivelmente fortes, apesar dos problemas. Para conseguir escolher eu decidir usar o fator par romântico, então, por conta do Gabriel a vitoria vai para o Coração Artificial.

E um bônus é uma autora que só li um conto que é a Paula Pimenta, o Enquanto a Neve Cair, no livro Um Ano Inesquecível, eu mal terminei de ler o conto e já quis ler outro livro dela.

Espero que tenham gostado do meu Top, mas agora gostaria de saber qual o Top de vocês, eu estou doida para conhecer mais autoras brasileiras. Até a próxima!!
Beijinhos...

Séries de Livros: Não Terminados

Ooi pessoal!! Tudo bem??
Um tempo atrás eu postei um post falando sobre séries de livros que eu já tinha terminado e hoje eu trago a "continuação", as séries de livros que eu ainda tenho terminar.

E mais uma vez quando fui fazer a lista eu me assustei com a quantidade, e não de uma forma positiva, e dessa vez o susto foi bem maior do que na anterior e agora no vídeo vocês vão entender o porquê:

E novamente, como pra fazer as listas eu fui vendo os livros na minha estante eu acabei esquecendo da série Fala Sério da Thalita Rebouças, que eu li apenas quatro livros para uma trabalho de escola, que eram os disponíveis na biblioteca, e não gostei muito, por isso nem fui atrás dos outros.
E a série Bruxos e Bruxas do James Patterson que eu li três livros, gostei mais ou menos do primeiro, mas os dois seguintes não me convenceram e eu abandonei a série.
E como já faz um tempinho que eu gravei eu acabei terminando uma série que é Anna, Lola e Isla, com o livro Isla e o Final Feliz, e já saiu resenha aqui no blog, para mais detalhes aqui.

Espero que vocês tenham gostado do vídeo, mas agora quero saber de vocês, o que acharam?? E quais são as séries de livros que vocês não terminaram?? Até a próxima!!
Beijinhos...

Nova Música Be Alright, da Ariana Grande

Ooii, pessoal!! Tudo bem??
A cada nova notícia de Dangerous Woman, novo álbum, da Ariana Grande estou ficando cada vez mais animada e com certeza sempre que der vou compartilhar algo com vocês.

Dessa vez, quaro falar com vocês sobre a faixa número três do álbum, Be Alright, que lançou semana passada.
Em questão de ritmo, tem uma parte que me lembra um pouco One Last Time, da mesma, mas essa música não tem um padrão, em cada parte ela mostra algo novo, algo ao mesmo tempo inédito e ao mesmo tempo que lembram a Ari, se alguém me falasse que seria assim em teoria eu falaria que isso é uma péssima ideia, mas e gostei e achei um tanto inovador. e na industria musical atual são poucas as pessoas que estão inovando tanto em suas próprias músicas como na industria.
E como falei no post sobre Dangerous Woman, parece que ela está seguindo algo novo para ela e estou gostando.

Sobre a letra, fiquei pensando um bom tempo pensando sobre o que ela fala e é difícil colocar em palavras, pois, traz uma mensagem muito linda.
E depois de muito pensar, escolhi a minha preferida que é uma mensagem da Ariana para cada um de nós, que se tudo estiver ruim, nós temos a escolha de decidir se isso vai passar logo ou não, e, por mais que demore para as coisas melhorarem, tudo vai ficar bem. E assim como em Dangerous Woman vou compartilhar com vocês o meu trechinho favorito com vocês.
Baby don't you know (Querido, você não sabe)
All of them tears gon' come and go (Que todas as lágrimas vem e vão)
E para quem quiser ouvir a música, aqui está:

Entre Dangerous Woman e Be Alright, minha preferida, até então ainda é Dangerous Woman, mas ainda devem ser lançadas duas músicas antes do lançamento do álbum, mas parece que não teremos nesse álbum Focus.

Espero que tenham gostado, mas agora quero saber o que vocês acham dessa música e se concordam comigo e se estão tão ansiosos quanto eu. Até a próxima!!
Beijinhos...

Resenha: Isla e o Final Feliz (Stephanie Perkins)

Título Original: Isla and the Happily Ever After .
Título Traduzido: Isla e o Final Feliz.
Autora: Stephanie Perkins.
Páginas: 304 Páginas.
Editora: Editora Intrinseca.
Estrelas: 5/5 estrelas.
Sinopse: Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito.Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias envolvendo sisos retirados e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes.
Minha Opinião: Começando pela narração, ela é em primeira pessoa, narrado pela Isla (Ai-la). E já que estou falando dela, vamos continuar, o nome dela é explicado a pronuncia logo na primeira página, ela é uma garota como uma qualquer, tem um melhor amigo, é apaixonada por um garoto que parece que nunca vai ter, e tem suas inseguranças.
E já que estamos falando sobre personagens, quero falar sobre mais dois, o Josh e o Kurt. Começando pelo Kourt, o melhor amigo da Isla, ele é autista, mas a autora não usa aquela faixada estereotipada do distúrbio, o Kourt me lembrou um pouco o Sheldon (de The Big Bang Theory) das primeiras temporadas,  nem  preciso falar que adorei ele, e ele é um dos personagens mais queridos da minha vida.
Já o Josh, ele aparece no primeiro livro da série, mas ele não tem muito destaque, mas nesse podemos conhecer bastante sobre a vida e os gostos dele, e acredito que ele seja o único dos principais dessa série pelo qual eu não me apaixonei, mas tenho um carinho especial por ele.
Nesse livro diferente dos anteriores não se passa em apenas em um lugar, mas na verdade são em três New York, Paris, Barcelona e ainda, nesse livro é abordado vários temas como arte, arquitetura e ainda aquele momento na vida de todo mundo que não sabemos o que fazer.
Assim que terminei esse livro eu pensei muito, porque ele conseguiu algo que nenhum outro livro conseguiu, deixar meu lado critica contra o meu lado leitora.
Esse livro não traz uma história nova, é aquela velha história da garota que não se acha boa o suficiente encontra o cara "perfeito", já sabemos o que acontece a seguir é um chick-lit, mas tiveram fatos que marcaram no meu coração como leitora, e por isso, que meu lado leitora entrou em conflito com meu lado critica. Pelo meu lado crítica eu daria quatro estrelas, mas pelo meu lado leitora eu daria cinco estrelas, porque eu ri, chorei e foi um final perfeito para série, e depois de muito pensar, vou levar meu lado leitora.
Os livros da Stephanie Perkins sempre tem um começo mais difícil para engatar, mas depois melhora e você não quer parar mais. Nesse livro eu senti um amadurecimento tanto na forma de escrita da autora, quanto fatos/cenas do livro.

Vou dizer isso como um conselho de amiga, essa "trilogia" não é uma série seguida, a cada livro temos um casal como principais, mas leiam na ordem, para não perderem nenhuma surpresa. No primeiro Anna e o Beijo Francês, temos a Anna e o St. Clair como protagonista, aqui temos o Josh apenas como amigo do St. Clair. No segundo temos Lola e o Garota da Casa ao Lado, onde os protagonistas são a Lola e o Cricket, mas aqui sabemos o que aconteceu com a Anna e o St. Clair. E já nesse terceiro os protagonistas são a Isla e o Josh, mas os dois casais voltam, e saberemos o que aconteceu com eles.

Espero que vocês tenham gostado da resenha, mas agora quero saber vocês já leram ou querem ler esse livro?? E se já lerem o que acharam?? Até a próxima!!
Beijinhos...

Séries de Livros: Terminadas

Ooi pessoal!! Tudo bem??
Há um tempo, passou uma ideia na minha cabeça, mas não era algo certinha e eu não tinha certeza de como seria, que era falar sobre todas as séries de livros que já li.
Então resolvi procurar se tinha algo parecido e achei no canal Meu Livro e Eu, mas diferente dele eu vou dividir em dois vídeos, e hoje vocês verão as Séries de Livros que eu já finalizei.

Sinceramente, quando fui fazer essa lista eu me assustei com a quantidade, e não de uma forma positiva, e agora no vídeo vocês vão entender o porquê:


Como pra fazer as listas eu fui vendo os livros na minha estante eu acabei esquecendo das Crônicas de Nárnia, que eu iniciei e finalizei o ano passado, que na época eu peguei emprestado.
E mais uma observação, como esse vídeo eu gravei em fevereiro faltou mais uma série que eu terminei essa semana que é o Isla e o Final Feliz, da série Anna, Lola, e Isla.

Espero que vocês tenham gostado do vídeo em breve eu posto o vídeo sobre as séries que não terminei, mas agora quero saber de vocês, o que acharam?? E quais são as séries de livros que vocês terminaram?? Nos vemos em breve!!
Beijinhos...

Estudar ou não?

Ooi pessoal!! Tudo bem??
Como vocês sabem recentemente minhas aulas retornaram, e com isso os trabalhos voltaram.
Minha professora de Geografia, nos deu um texto base para fazermos um texto em base nele para entregar e o que eu fiz eu gostei do resultado que quis compartilhar com vocês.

Estudar ou Não?
No mundo, atualmente, o estudo vale muito mais do que nunca.
   Quanto mais estudo você tem, maiores são suas chances de entrar no mercado de trabalho e menores de ficar desempregado. E, ainda tem a questão do salário, quem tem o ensino superior ganha mais e enquanto mais se estuda, maior o aumento.
   Estudos recentes confirmam um aumento na expectativa de vida, nele mostra que um homem de 30 anos, que tenha terminado o ensino superior pode viver mais 51 anos, enquanto quem finalizou apenas o ensino médio pode viver mais 43 anos, 8 anos a menos, e isso se deve que, as pessoas com mais estudo podem escolher seu trabalho usando a mente e maquina, invés da força braçal, pode ir ao médico com mais regularidade e ter momentos de lazer, resultando em uma qualidade de vida maior.
   Já quem não deu continuidade aos estudos não tem muitas possibilidades de escolher o trabalho e nem salário, pois, precisa do dinheiro no final do mês para necessidades básicas.
   Existe várias possibilidades de quem deverá se responsabilizar pelo futuro de quem não da continuidade ao ensino. Se a pessoa parou de estudar porque achou melhor, a culpa é unicamente dela, mas quem pagará isso mais para frente será nós, a população, através dos impostos.
   Já quem parou de estudar por necessidade para começar a trabalhar para ajudar a familia a culpa é do governo, pois, ele não é justos, e muitas vezes, não dá oportunidades e nem ajuda para as pessoas que realmente precisam.

Espero que tem gostado do texto, mas agora quero saber a opinião de vocês sobre o assunto. Até a próxima meus fireflies!!
Beijinhos...

Novo Single da Ariana Grande: Dangerous Woman

Ooi pessoal!! Tudo bem??
Hoje eu vim aqui para bater um papo com vocês sobre o novo single (música de trabalho) da Ariana Grande que leva o novo do novo álbum, Dangerous Woman.
Eu demorei um tempo para fazer esse post, mesmo estando louca para fazer porque eu vi a data do lançamento do álbum errada e março e maio sempre confundem a minha cabeça, e quando percebi isso tentei fazer esse  post o mais rápido possível, mas falamos sobre isso mais tarde.

A segunda faixa, Dangerous Woman, do álbum que leva o mesmo nome é uma música mais calma, e não tem tanto aquele estilo meio eletrônico das musicas anteriores da Ariana, não que isso seja algo ruim, afinal é sempre bom se reinventar nesse meio, e realmente espero que o álbum tenha essa pegada, quero muito ver a Ari trabalhando com uma música mais "pura".

Agora vamos falar sobre a letra: no começo, nos três primeiros versos, me pareceu algo sobre um relacionamento que o garoto fez algo que ela não gostou e que isso a fez virar uma mulher perigosa, que, agora, está fazendo coisas que normalmente não faria, e que está tomando as rédeas da própria vida, e parece que ela está falando isso para ele.
Mas a partir da quarta estrofe, ainda parece que ela está falando isso para ele, mas em alguns versos parece que ela está falando para quem quiser ouvir, que ela é forte, e que se ela tem que provar algo para alguém é para ela mesma.
E depois mais uma vez ponte, e refrão são repetidos e vem uma estrofe, que por sinal é a minha parte favorita da música que diz:
All girls wanna be like that (Todas as garotas querem ser assim)
Bad girls underneath, like that (Meninas más lá no fundo, assim mesmo)
You know how I'm feeling inside (Você sabe como estou me sentindo por dentro)
Somethin' 'bout, somethin' 'bout (Algo em, algo em)
Que é nada mais, nada menos que um recado para todas as garotas, que elas podem ser assim, doces e ferozes, queridas e perigosas, que elas podem ser o que quiserem. E sem duvidas nenhumas, foi uma excelente ideia essa música ser lançada agora em Março, o mês internacional da mulher.
E essa música tem grandes chances de virar minha música favorita da Ariana.
Quem quiser ouvir a música, ela está disponível no iTunes, Spotify e ainda na conta da ArianaGrandeVEVO no YouTube:

Agora voltando a falar do álbum, eu achei que sairia dia 20 agora, mas na verdade, é no dia 20 de Maio. Além do single (Dangerous Woman), foram liberados os títulos de mais duas músicas, a faixa número três: Be Alright, e a número seis: Let Me Love You (feat. Lil Wayne).

Eu não estava muito ansiosa para esse álbum, mas agora estou super ansiosa, e vocês, o que acharam da música? E o que esperam desse álbum? Nos vemos na próxima!!
Beijinhos...

O Som do Coração

Ooi, pessoal!! Tudo bem??
Hoje eu vim falar com vocês sobre um filme, incrível, que é se tornou meu filme favorito da vida, "O Som do Coração".

Sinopse (2007): August Rush é resultado do encontro casual entre um guitarrista e uma violoncelista. Crescido em orfanato e dotado de um dom musical impressionante, ele se apresenta nas ruas de Nova York ao lado do divertido Wizard. Contando apenas com seu talento musical, August decide usá-lo para tentar reencontrar seus pais.



Minha Opinião: A primeira vez que eu assisti estava na quarta série, mas acabei esquecendo acabei esquecendo, até que um dia dessas férias eu estava estudando história e teoria musical (para quem não sabe eu vou fazer faculdade de música), e acabei lembrando  do filme, mas minha cabeça misturou com uma reportagem do Fantástico sobre o som, mas minha cabeça meio que gritou "O SOM DO CORAÇÃO", e era.
O enredo do filme não é linear, ou seja, não segue uma sequência cronológica, desde o começo você sabe quem são os pais do August, mas no filme é retratado o passado e o presente, em vários temos flashbacks que vão completando os furos para entendermos o presente, já no presente vemos August e seus pais correndo atrás da sua música.
E a parte que mais me toca nesse filme é a relação coma a música a forma que eles desenvolve teorias  musicais e como o August vai evoluindo de uma pessoa que apenas escuta música para alguém que a cria, e ainda mostra que alguém para fazer música não basta saber técnicas e teorias, mas tem que ter música no coração.
E em diversas vezes no filme, ele repete jamais desista dos seus sonhos, nem da sua música, esse próximo vídeo só indico para quem não liga para spoiler, ou pra quem já assistiu o filme.

Assim que assisti esse filme percebi que era o filme que eu queria e ele tem muito muita relação com a música, e teoria musical e uma das técnicas mais aparentes no filme, principalmente para o August, é a soundscape (ou, paisagem sonora), e assim que terminei o filme já falei para minha amiga, quero fazer meu TCC em cima desse filme.

Espero que tenham gostado do post, e espero que caso não tenho assistido o filme ainda que gostem tanto quanto eu, e quero saber se alguém já assistiu tem algo mais à acrescentar sobre esse filme. Até a próxima!!
Beijinhos...

Resenha: Procura-se um Marido (Carina Rissi)

Ooi pessoal!! Tudo bem??
Hoje estou aqui trazendo, para finalmente, a resenha de "Procura-se um Marido" da Carina Rissi.

E aqui está a primeira resenha em vídeo do ano e a primeira depois daquela série de resenhas de Nárnia, espero que gostem.

Espero que tenham gostado do vídeo, e agora eu quero saber de vocês, preferem resenhas em vídeo ou em texto? E já leram ou querem ler esse livro? Deixem nos comentários que estou ansiosa para lê-los. Até a próxima!!
Beijinhos...

Top 05: Personagens Femininas

Ooi, pessoal!! Tudo bem??
Como agora em março é o mês das mulheres, e amanha é o Dia Internacional da Mulher, resolvi fazer uma lista com minhas personagens femininas favoritas.
As personagens que escolhi elas tiveram crescimentos muito grandes em seus livros, ou série. Vamos começar??

01. Katniss Everdeen (Jogos Vorazes) - A Katniss sempre foi uma garota muito na dela, e confiante com tudo que ela faz, e conforme vai passando os livros/filmes, ela vai passando por todas aquelas batalhas e dificuldades, e apesar do final ser como é, ela sempre será uma guerreira.

02. Tris Prior (Divergente) - A Tris é muito parecida com o a Katniss, no quesito de ser guerreira, mas ela ainda tem um diferencial, que é que ela ainda tem que se encontrar, moldar sua personalidade de acordo com o que ela quer, e não o que é imposto pela sociedade.

03. Clary Fairchild (Os Instrumentos Mortais) - A Clary tem a vida dela vira uma montanha russa de acontecimentos, ela tem que ser forte para salvar o mundo, sua mãe, se redescobrir e ela nunca perde sua essência totalmente, ela ainda tem a personalidade dela de humana, mas ela também vai adquirindo a de caçadora de sombras.

04. Alícia Moraes de Bragança e Lima (Procura-sem Marido) - A Alícia ela é chata e riquinha, mas ela cresce e amadurece muito, mas vou deixar para falar mais na resenha de Procura-sem Marido, que sai em breve e dessa vez é verdade.

05. Alex Russo (Os Feiticeiros de Waverly Place) - Eu adoro a Alex, ela tem aquele jeito dela de não ligar para nada, mas ao mesmo tempo ela se importa com as pessoas que ela ama, e apesar de às vezes parecer muito imatura, o amor dela pelas pessoas é muito maduro. E ela cresceu muito nessas quatro temporadas e dois filmes.

Espero que tenham gostado, mas agora quero saber o top 05 de personagens femininas de vocês. Nos vemos quarta!!
Beijinhos...

Resenha: Desafio (C. J. Redwine)

Título Original: Defiance.
Título Traduzido: Desafio.
Autora: C. J. Redwine.
Páginas: 368 Páginas.
Editora: Novo Conceito.
Estrelas: (2,5) 3/5 estrelas.

Sinopse: No interior das muralhas de Baalboden, à sombra do brutal Comandante da cidade, Rachel Adams guarda um segredo. Enquanto as outras garotas fazem vestidos e obedecem a seus Protetores, Rachel é capaz de sobreviver nas florestas e de manejar uma espada com destreza. Quando seu pai, Jared, é declarado morto em uma missão, o Comandante designa para Rachel um novo Protetor: Logan, o aprendiz de seu pai, o mesmo rapaz a quem Rachel declarou o seu amor há dois anos, e o mesmo que a rejeitou.
Com nada além da forte convicção de que seu pai está vivo, Rachel decide fugir e encontrá-lo por conta própria. Mas uma traição contra o Comandante tem um preço alto, e o destino que a aguarda nas Terras Ermas pode destruí-la.


Minha Opinião: Começando pela narração, é em primeira pessoa, mas é alternada pela Rachel e pelo Logan, nunca conseguia diferenciar a narrativa a autora não sabe criar duas vozes, se você reclamou da narração de Convergente, esse é pior!
Já que citei dois personagens, vamos falar sobre eles, a autora sempre tentava mostrar que a Rachel e o Logan eram personagens forte, corajosos e badass, mas eles são fracos, e sempre que poderia mostrar isso faziam totalmente o oposto.
Agora sobre o enredo, achei muito enrolado, a autora parece ter se perdido, um exemplo é que em um lugar com toda aquela tecnologia (como rastreamento pelo som) como pode ter um governo tão machista e tão século XIX?
E em várias situações, parecia que a autora criava regras para determinadas coisas e depois na hora ela simplesmente passava por cima, e sem nos dar explicações.
Mas no final do livro, a partir da página 225, o livro começa a ficar bonzinho e logo chega o fim que tem várias brechas para os próximos livros que ainda não foram lançados no Brasil, e mesmo quando os próximos livros da série forem lançados eu não vou ler.

Sinceramente, se vocês querem ler uma história parecida, mas melhor escrita, aconselho Senhora de Dois Mundos da Viviane Ribeiro.

Espero que tenham gostado da resenha, mas quero acrescentar que apesar da minha experiencia com esse livro não ter sido boa, talvez com algum de vocês pode ser. Mas... Agora quero saber se alguém já leu, se sim concorda comigo? E se não pretende ler para ver o que acha? Deixem nos comentários que eu vou adorar ler. Até a próxima!!
Beijinhos...

Leituras do Mês: Fevereiro de 2016

Ooi, pessoal!! Tudo bem??
Aqui estou eu para compartilhar as minhas leituras do mês de fevereiro.
Esse mês foi um mês muito bom, claro que a maratona 24 horas ajudou, mas mesmo assim estou muito feliz!! Agora sem mais delongas o vídeo:

E aqui estão as resenhas de, Por que Indiana, João? do Danilo Leonardi e do Códex dos Cassadores de Sombras da Cassandra Clare e Joshua Lewis. E aqui está o vídeo sobre Shadowhunters: Filme vs. Série.
Espero que tenham gostado, e quero saber como foram as leituras de vocês e se vocês já leram ou querem ler algum desses livros? Até a próxima!!
Beijinhos...
google7daadd2f4ae3ab26.html