Justin Bieber e Taylor Swift Lançam Novos Clipes

                Oi pessoal! Tudo bem??
                Ontem (30) ocorreu o Video Music Awards, ou simplesmente VMA, mas não foi apenas noite de premiações, mas também foi uma noite com lançamentos de clipes, e claro que a Jenny aqui não iria perder a oportunidade e falar sobre o lançamento de Wildest Dreams da Taylor Swift e de What Do You Mean? do Justin Bieber.

                Começando por Widest Dreams da Taylor Swift, afinal ele saiu primeiro.
                No clipe temos a Taylor morena, sim ela está com uma peruca preta, o que é bem diferente, e na hora até estranhei, mas ela fica linda de qualquer jeito, mas voltando ao clipe ela está na África gravando um filme e ela é completamente apaixonada pelo seu par romântico, mas parece que ele nem dá bola para ela.
                Em questão visual, fotográfica, eu achei incrível, completamente lindo escolheram excelentes locações. Sobre as maquiagens, eu achei simplesmente incríveis e completamente a cara da Tay, já roupas são todas de acordo com o cenário e com a época, mas quero ressaltar uma que é aquele vestido amarelo, me lembrou uma foto que ela tirou na Era Speak Now.
                E no final, aparece uma mensagem que diz que todos os lucros do novo clipe vão ser doados para ajudar a conservação de animais silvestres pela African Parks Foundation of America.
                Eu acho que o Joseph Kahn, sempre leva a Tay para algo novo, mas ainda não sei se Wildest Dreams superou Bad Blood. E eu acredito que a principal coisa que eles quiseram passar foi que o amor pode ser puro e selvagem como a natureza.
                Eu vi uma definição no twitter para esse clipe e eu tenho que compartilhar "Wildest Dreams é uma versão romântica de Blank Space".



                Agora falando sobre What Do You Mean? do Justin Bieber.
                Primeiro de tudo, devo confessar que é mais difícil falar sobre o clipe de garotos do que garotas.
                Eu gostei bastante da fotografia, os cenários que escolheram são bem legais e diferentes e o dá festa nem fala, adorei aquelas paredes grafitadas, mas devo confessar que ainda estou tentando entender a história do clipe, eu achei meio confuso, pois, em um momento parece que ele quer fugir de algo e depois estão em uma festa, não entendi.
                E apesar desse cabelo dele que está em um corte bem estranho, o Bieber está lindo nesse clipe, e apesar de ter achado confuso, What Do You Mean roubou o lugar de Boyfriend  que até então era minha música e meu clipe favorito dele, e não eu não sou belieber, eu apenas curto umas músicas dele.
                E eu sinto que ele quis mostrar que está crescendo, e que está perdendo aquele lado menino, só que dessa vez ele está mostrando isso dá forma certa, com um trabalho maduro.

                Eu sei que o Nick Jonas também lançou um clipe ontem, mas eu prefiro não comentar sobre esse clipe.
                Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, e deixem nos comentários o que vocês acharam dos clipes. Nos vemos na quarta. Amo vocês!!
                Beijinhos...

Resenha: O Sobrinho do Mago & O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa

                 Oi pessoal! Tudo bem?
                 Como prometido, finalmente estou fazendo as resenhas dos livros das Crônicas de Nárnia do C. S. Lewis.
                 Eu ia fazer um vídeo para cada um dos sete livros, mas acontece que os livros são muito curtos, em média são apenas 100 páginas, então preferi fazer duas resenhas em um vídeo, espero que vocês entendam e que gostem.
                 Mas uma coisa que eu gostaria de dizer, desculpa parecer meio confusa e, às vezes, meio perdida, mas é minha primeira resenha, resenha de verdade em vídeo, prometo melhorar nos próximos. Agora, sem mais enrolação, o vídeo:
                 Espero que tenham gostado, e quero saber o que vocês acharam, e se vocês leram ou querem ler as Crônicas de Nárnia, em breve trago mais duas resenhas de Nárnia! Até segunda! Amo vocês!!
                 Beijinhos...

Lendo Meu Primeiro Livro em Inglês


                Oi pessoal! Tudo bem??
                Estou tão animada com essa nova meta de literária, que queria compartilhar com vocês.
                Como eu disse na Tag: Resoluções Literárias para 2015, eu quero muito ler um livro em inglês, e finalmente posso realizar mais uma meta literária.
                Eu não planejava ler esse livro, mas ganhei de uma amiga da minha mãe e estou muito curiosa para começar, e esse é o livro Mariana da Susanna Kearsley.
Sinopse: Ela tinha apenas cinco anos quando viu Greywethers pela primeira vez, mas soube de imediato que aquela era a sua casa. Vinte e cinco anos depois, tornou-se finalmente sua proprietária. Mas Julia depressa começa a suspeitar de que existe algo de poderoso e inexplicável por detrás da sua decisão radical de abandonar Londres e começar de novo numa pequena aldeia. Os novos vizinhos são calorosos e acolhedores, muito particularmente Geoff, o aristocrático proprietário de Crofton Hall, com quem sente uma ligação imediata. Mas a vida tal como ela a conhecia acabou, e outra bem diferente está prestes a começar. Uma vida que inclui Mariana, que habitou aquela mesma casa trezentos anos antes e cujo destino ficou tragicamente por cumprir. A história de Mariana vai- se revelando a pouco e pouco, apoderando-se da sua vida como um feitiço. Ao longo dos séculos que separam as duas jovens, uma promessa de amor eterno aguarda o desfecho que o destino lhe negou. Conseguirá Julia desvendar no presente os enigmas do passado? Será que Mariana esteve sempre à sua espera?
                Eu estou compartilhando com vocês essa noticia, primeiro porque eu estou animada e ansiosa, segundo que é por que quando terminar vou fazer um vídeo, comentando como foi a experiência, assim quando sair vocês não vão ficar confusos com o que está acontecendo.
                 E terceiro e último porque assim eu vou ficar mais motivada, sempre que eu pensar em desistir, ou achar que estiver fracassando no meu objetivo, vou pensar eu  tenho que fazer isso, eu tenho que compartilhar essa experiencia com vocês.

                Bom... Por hoje é só, eu espero que tenham gostado dessa (futura) novidade, e se algum de vocês já leram algum livro em inglês, ou tem alguma dica pra mim, deixem nos cometários que vou adorar saber. Até a próxima. Amo vocês!!
                Beijinhos...

Tag: Animal de Estimação

                 Oi pessoal! Tudo bem?
                 Hoje eu vim responder uma tag muito legal, com uma convidada especial, a Daphiny, e vamos responder a Tag: Animal de Estimação, que eu vi em diversos canais, mas eu peguei as perguntinhas lá no canal da Karol Pinheiro.
                 Eu queria pedir desculpa pelo áudio, por algum motivo o meu celular não gravou o áudio e o vídeo teve que ficar com o áudio da câmera mesmo, mas prometo resolver isso o mais breve possível.
                 Agora sem mais delongas, o vídeo:
Aqui estão as perguntinhas caso algum de vocês quiserem responder essa tag:
1. Qual é o nome do seu animal de estimação?
2. Qual é a espécie e a raça dele (a)?
3. Qual é a idade?
4. Como você o adquiriu?
5. O que ele (a) mais gosta de comer?
6. Há quanto tempo você tem seu animal de estimação?
7. O que ele (a) faz que é muito engraçado/fofo?
8. Como é a sua relação com seu animal de estimação?
9. Situação engraçada que aconteceu entre vocês.
10. Alguns apelidos/ nome que você chama seu animal de estimação.
                 Espero que vocês tenham gostado, e se responderem deixem nos comentários que eu vou adorar conhecer o bebe de vocês. Até a próxima. Amo vocês!!
                 Beijinhos...

Dica: Descendentes

                 Oi pessoal! Tudo bem?
                 Essa semana tem sido a semana de entretenimento, e semana que vem vai ser um pouco diferente, mas voltando ao post de hoje. Hoje vou falar de mais um filme que entrou na minha lista de queridinhos, que é "Descendentes", da Disney Channel.
Sinopse: Os principais vilões dos contos de fadas vivem isolados em uma ilha distante. Entretanto, quando o filho da Bela e da Fera está prestes a assumir o reino de Auradon, ele resolve permitir que os filhos de quatro vilões convivam e estudem na principal escola do local. É lá que Mal, filha de Malévola; Evie, filha da Rainha Má; Jay, filho de Jafar; e Carlos, filho de Cruela De Vil, precisarão decidir se seguirão o caminho dos pais ou se tomarão outro rumo.
                 Minha Opinião: Primeiro de tudo não é só porque é da Disney não juguem antes de terminar o post, okay? Segundo eu sei que lançou domingo passado (16), estou um "pouquinho" atrasada, mas também eu assisti três vezes e agora tenho certeza dos meus sentimentos por esse filme.
                 Agora sim vou dar minha opinião completa sobre esse filme maravilhoso. Hoje eu vou fazer na seguinte ordem: artes visuais, trilha sonora, figurino e acessórios e depois enredo e personagens.
                 A fotografia desse filme é perfeita, e sinceramente os cenários são tão perfeitos que parece que nem um cenário é real, parece mais que todas as cenas foram gravadas em cromaqui e e ficaram perfeitas por conta dos efeitos especiais.
                 Trilha sonora é mais um comentário do que qualquer coisa: Quando o assunto é trilha sonora a Disney arrasa. Todas as músicas são inéditas, tem apenas uma que não é mas eles regravaram em uma versão nova.
                 Desda primeira vez que assisti esse filme, devo dizer que continuo sem palavras para descrever o que achei das roupas, cabelos e maquiagens, mas devo dizer que já quero ir para Auradon para a Mal poder fazer meu cabelo igual ao dela, e a Evie fazer algumas roupas para mim.
                 Eu não quero falar muito sobre a história para não dar spoiler, mas no geral é um filme divertido, cheio de músicas e, é o melhor filme da Disney em anos depois de High School Musical 3 e Camp Rock 02. Sobre  final, é incrível, mas deixou muitas interrogações, agora temos que esperar #Descendentes2
                 E como já é comum nos filmes da Disney que são as mensagens que se passam por trás do filme, e algumas que quero citar é as relações que temos com nossos amigos e família, sobre poder ser quem você vai ser.
                 Minha personagem favorita como acho que já falei no twitter é a Mal e logo depois o Ben, e eles são tão fofos; e já que estou falando de personagens eu tenho que falar sobre os vilões, eu achei eles patéticos, mas de uma forma muito divertida.
                 Agora mal vejo a hora de assistir o filme em inglês, para ver como ficou com todos os detalhes. Ah... Já que estou falando de assistir novamente, sábado (22) às 19 horas vai passar novamente só que dessa vez Sing Along.

                 Espero que tenham gostado do post, e quero saber se vocês assistiram o filme, e se sim se concordam ou não comigo. E não se preocupe, acredito que a partir da semana que vem o blog fique mais equilibrado novamente. Até a próxima. Amo vocês!!
                 Beijinhos...

Adotada

                     Oi pessoal! Tudo bem?
                     Algum tempo atrás, eu assisti um episódio do reality: Adotada, e fiquei um bom tempo sem assistir, mas sempre pensava em assistir até que, semana passada eu finalmente comecei a assisti e terminei as duas temporadas disponíveis em mais ou menos duas tardes e adorei!
Sinopse: A ruiva Maria Eugênia Suconic é do tipo que não tem medo de dizer o que pensa. Sem papas na língua, dona de uma personalidade forte e de um humor por muitas vezes sarcástico. A cada episódio uma família adota nossa pimentinha, sem saber a ardência que estão levando para casa. Por uma semana, ela vive nestas casas e é incorporada à rotina e aos hábitos de cada uma delas. Em sua jornada, Mareu (como é chamada pelos mais próximos) passa por lares dos mais diferentes estilos no Brasil.
                     Minha Opinião: Primeiro de tudo, quero falar sobre a Maria Eugênia, ou simplesmente Mareu, eu adorei ela, tanto o estilo extravagante e over, as roupas dela são incríveis, realmente parece que ela estava lá desfilando e saiu da passarela para passear pelas ruas. Já a personalidade dela é forte, e ela é sincera ao extremo, eu acredito que, ou nós nos daríamos muito bem, ou nos daríamos muito mal e brigaríamos sempre, pois, nós temos uma personalidade parecida. E eu acho incrível a maneira dela entender as pessoas, e isso é outra coisa que temos em comum.
                     Já sobre o programa, achei algo totalmente único, eu não lembro de toda a minha vida ter visto um programa com essa temática.
                     Eu não posso falar muito sobre o programa, pois, a cada episódio é uma família diferente, então tudo acaba sendo diferente. a única parte que "igual" é que ela passa uma semana com a família e no final desse tempo ela faz um dossiê sobre a família, deixando um recado para cada membro da família.
                     A segunda temporada acabou recentemente, mas dá para assistir as duas temporadas no YouTube e estão reprisando a segunda temporada na MTV, e agora eu espero que a venha a terceira temporada, #AdotadaTerceiraTemporada, mas ainda não tem nada confirmado.

                     Bom, espero que vocês tenham gostado do post de hoje, e agora quero saber se vocês já assistiram, e se sim vocês gostam ou não? Deixem nos comentários que eu vou adorar saber. Até a próxima. Amo vocês!!
                     Beijinhos...

Livro vs. Filme: Insurgente

                     Oi pessoal! Tudo bem?
                     Sei que já faz tempo que foi o lançamento de Insurgente, mas na época, não pude ir no cinema e depois eu nunca achava o filme e depois que achei fiquei sem tempo para assistir, mas finalmente no final de semana passado consegui assistir e aqui vamos nos para mais um Livro vs. Filme.
Sinopse: Tris (Shailene Woodley) e Quatro (Theo James) agora são fugitivos e procurados por Jeanine Matthews (Kate Winslet), líder da Erudição. Em busca de respostas e assombrados por prévias escolhas, o casal enfrentará inimagináveis desafios enquanto tentam descobrir a verdade sobre o mundo em que vivem.
                     Minha Opinião: Primeiro quero falar sobre só sobre o filme e depois eu faço aquela velha comparação livro vs. filme, e prometo não soltar nenhum spoiler, tanto do filme quanto do livro.
                     Começando pela arte visual, a fotografia está perfeita, o cenário são lindos, perfeitos e nem consigo escolher qual foi o meu lugar favorito, e algo sobre qual eu amo reparar que é a paleta de cores não foi algo uniforme o filme inteiro, a cada cenário, uma nova paleta de cores combinando, apesar de não ter uma paleta de cores uniforme, tirando as cenas na Amizade as paletas são mais parecidas.
                     Em questão de efeitos especiais acredito que ninguém pode reclamar, eles são incríveis, tinha partes que eu realmente parecia ser tudo real, e dá para ver uma grande diferença entre o primeiro e esse segundo filme.
                     Já sobre a trilha sonora eu não posso falar nada, pois, ao decorrer do filme eu não prestei atenção, foi algo sem brilho que não me chamou atenção.

                     Agora vamos para a parte que normalmente é a mais difícil, Livro vs. Filme:
                     É bem mais animado e emocionante que o livro. Se for para escolher entre os dois primeiros livros, eu prefiro Divergente, mas em quesito de filme eu prefiro Insurgente.
                     Agora vamos falar sobre aquele velho problema de adaptações. O enredo do livro e do filme são muito diferentes apesar de que caminho para o mesmo lugar para nos levar a Convergente. Se for pensar nesse filme como uma adaptação é ridículo, mas se for pensar apenas como um filme é o melhor filme do ano, e como foi dito em uma critica que vi: "Uma adaptação deplorável de um filme maravilhoso".
                     Mudou? Realmente mudou, mas eu gostei dessa mudança, e acho que muitos gostaram e, acredito que Convergente (tanto parte 01, quanto parte 02) vai ser no minimo tão bom quanto esse.
                     Confesso que quando fui assistir o filme eu nem lembrava mais da história, então depois que terminei de assisti fui atras das minhas anotações e resenhas sobre Divergente e Insurgente e ainda o Livro vs. Filme de Divergente, e nada disso me fez mudar de ideia em relação ao que eu achei em primeiro momento do filme.

                     Espero que tenham gostado, e quero saber o que vocês acharam do filme e se estão tão ansiosos como eu para Covergente. Até a próxima. Amo vocês!!
                     Beijinhos...

Meus Clipes Favoritos do Austin Mahone

                 Oi pessoal! Tudo bem?
                 Algum tempo eu fiz um post falando do meus clipes favoritos da Selena Gomez, e ai alguém em anonimo me sugeriu fazer um especial para  Austin e eu já estava com vontade de fazer, então, agora estou fazendo e espero que vocês gostem.
                 Dessa vez eu consegui dividir os meus clipes favoritos em um top 05:
                 05º Lugar - Banga Banga.
                 Em quinto lugar ficou Banga Banga, eu acho esse clipe bem legal e divertido, mas eu tenho uma relação de amor e ódio com esse clipe, pois, ele me lembra muito o clipe Boyfriend do Justin Bieber e isso me irrita um pouco.

                 04º Lugar - MMM Yeah! feat. Pitbull.
                 Apesar de ter uma letra bem bobinha eu achei o clipe engraçado e acima de tudo achei super diferente e não lembro de nunca ter visto nenhum clipe igual a esse ou com algo parecido.


                 03º Lugar - Say You're Just a Friend feat. Flo Rida.
                 Eu tenho um carinho especial por Say You're Just a Friend, porque foi a partir dessa música e desse clipe que eu virei fã do Austin Mahone, então além de achar fofo e dançante.


                 02º Lugar - Shadow.
                 Primeiro eu me apaixonei por essa música, Shadow tem uma letra linda e era algo que eu estava precisando na época, e depois veio esse clipe que mostra ele realmente o significado dessa música, algo para as fãs saberem que ele sempre estará lá por elas.


                 01º Lugar - Dirty Work.
                 Eu acredito que não vou ter que falar muito sobre esse clipe, afinal eu fiz um post especial para esse clipe (aqui). Eu gostei bastante da versão só de dança também, mas como apenas é uma versão alternativa vamos deixar só essa versão mesmo.


                 Espero que tenham gostado e agora quero saber quais são os clipes favoritos do Austin e agora quero saber a opinião de vocês, quais são os seus favoritos. Até a próxima. Amo vocês!!
                 Beijinhos...

Vamos Conversar Sobre: Bonequinha de Luxo

                  Oi pessoal! Tudo bem?
                  Recentemente eu assisti o filme Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's), um clássico dos anos 60, e que foi muito indicado em várias séries e filmes, principalmente Gossip Girl (uma das minhas séries favoritas), então eu precisava muto assistir, assisti e posso dizer que fiquei um pouco confusa.
Sinopse: Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário. Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany`s, na intenção de fugir dos problemas. Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante que se torna seu vizinho, com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.
                  Minha Opinião: Começando pela qualidade, por ser um filme de 1961 eu achei a qualidade e a edição excelente e a fotografia é linda.
                  Agora vamos conversar um pouco mais sobre o enredo, ao mesmo tempo que imagino que poderia ser algo real, que poderia viver, ou conhecer alguém que vive dessa maneira, eu vejo como algo impossível, mas com esse sentimento e com o enredo você não tem como fica sem rir, acho que a única parte que eu não ri foi o final, pois, queria chorar.
                  Apesar  ter rido, ter choramingado, depois que o filme acabou eu fiquei muito confusa pensando: "É isso? Acabou?", eu acredito que o filme pudesse ter algumas cenas extras do futuro, para não ficar com esse sentimento de confusão e pensando como assim já acabou, e eu fiquei um pouco decepcionada afinal por ter tantas indicações eu esperava outra coisa.
                  Sobre os personagens a Holly é hilaria, você olha para ela pensa eu queria conhecer alguém assim, isso seria divertidíssimo, mas meu personagem favorito foi o Paul ele é fofo, inteligente e de certa forma ele entendi a Holly.
                  Apesar de ter me decepcionado um pouco, eu também gostei, na minha cabeça eu dei a nota 3 de 5 para o filme, e está longe de ser o meu filme favorito ou melhor filme que eu assisti, mas agora mesmo assim eu quero outros filmes da Audrey Hepburn.

                  Espero que tenham gostado, e eu queria saber se vocês já conhecem esse filme e se já assistiram eu quero saber o que acharam e se concordam comigo, ou se vocês querem assistir. Até a próxima. Amo vocês!!
                  Beijinhos...

Resenha: A Playlist de Hayden (Michelle Falkoff)

Título Original: Playlist for the Dead.
Título: A Playlist de Hayden.
Autora: Michelle Falkoff.
Páginas: 288.
Editora: Novo Conceito.

Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A Playlist de Hayden é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

              Minha Opinião: Em março desse ano, eu fiz as minhas primeiras impressões desse livro aqui no blog, e para essa resenha eu tentei falar mais sobre coisas que não falei lá e sobre o que sentia enquanto eu lia.
              O livro é narrado em primeira pessoa, no caso a gente só fica acompanhando as coisas pela cabeça do Sam. É uma narrativa leve, mas um pouco lenta, e apesar de já ser algo meio obvio devido o assunto do livro, mas eu culpo também o Sam porque ele está confuso e ele nos deixa um pouco confusos também e às vezes ele parece tão burro, por não ver as coisas que estão bem  na sua cara, e isso deixa tudo mais real, porque nós somos assim.
              Sobre o enredo vou começar por algo impossível de não ser percebido, o livro é cheio de referências culturais Pop's e Geek's (Como séries, filmes, bandas, jogos, etc) eu até tentei fazer uma lista com todas para colocar aqui na resenha, mas ficaram tão grandes que eu desisti, mas uma das maiores referências são as músicas (afinal isso está até no titulo). A cada capítulo início tem uma música, vou ser sincera e dizer que eu não escutei todas as musicas, mas todas as que eu escutei se encaixavam perfeitamente no capítulo.
              No livro ele não aborda apenas o suicido, claro esse é o tema principal, mas em vários outros temas como vingança, bullying, homossexualidade, autoconhecimento, é apenas isso que vou falar sobre o livro em si, pois, é um livro curto então é melhor que vocês descubram cada detalhe lendo, só vou dizer mais uma coisa eu fiz várias teorias, umas até sem noções, mas apenas uma estava certa.
              De certa forma, senti que A Playlist de Hayden seria uma mistura de A Lista Negra com Os 13 Porquês, mas mesmo sentido que é uma mistura desses dois livro que eu amo, mas sinto que faltou alguma coisa, por isso, as 4 estrelas.

              Espero que tenham gostado, e agora quero saber se vocês já leram? Se sim, o que acharam? Se não, agora estão curiosos? Até a próxima. Amo vocês!!
              Beijinhos...

Top 05: Filmes Sobre se Aceitar

              Oi pessoal! Tudo bem?
              Acredito já ter comentado aqui no blog, alguma vez, que normalmente na semana do meu aniversário eu fico muito nostálgica, fico assistindo coisas que assistia anos atras apanas para sentir o mesmo sentimento, mas esse não é a única coisa que acontece comigo.
              Eu também fico refletindo muito sobre o que aconteceu na minha vida nesse último ano e em toda a minha vida, então fiz a a única coisa que poderia fazer com todos esse pensamentos me rondando a minha cabeça, os passei para o papel (assim que eu terminar e ele ficar 100% talvez eu post).
              E a partir dai e com uma pequena inspiração no filme Expelled (que já tem post aqui no blog, e tem grandes chances de ser meu filme favorito) eu resolvi fazer esse post, um top 05, filmes que tratam um assunto muito importante principalmente na adolescência: se encontrar, se aceitar.
              A maioria se passa no período em que as protagonistas estão no High School, mas nem todos se passam dentro de um colégio, e como vai ser: cada filme terá sua sinopse e a minha opinião do porque que eu coloquei nesse top 05. (Os filmes não estão em nenhuma ordem de preferência).

              01. Uma Patricinha de Outro Mundo.
              Sinopse: Amber é uma garota muito popular no seu colégio. A adolescente é conhecida por seu comportamento egocêntrico e, por vezes, cruel com aqueles que ela considera os "perdedores". A única conquista social que ainda falta para ela é a coroa de rainha do baile de formatura, que se tornou seu principal objetivo. Porém, um acidente faz com que a patricinha morra prematuramente, eletrocutadaAmber, agora uma alma penada, descobre que para entrar no paraíso terá de ajudar a desajeitada e tímida Lisa Sommers a se tornar a próxima rainha da festa de formatura.
              Minha Opinião: Eu só coloquei esse filme, porque nele temos um conflito ao se encontrar a Lisa Sommers ela não acreditava em si mesma, e nem no seu talento e isso fica claro nas primeiras cenas, e com a Amber ela se encontra, mas também se perde, até ela achar um equilíbrio entre a nova e velha Lisa.

              02. Rebelde da Rádio.
              Sinopse: Tara é uma adolescente tímida que está no ensino médio e não tem muitos amigos. Porém, quando coloca seus fones e fica diante de um microfone para comandar um programa de rádio, ela se solta e realiza um ótimo trabalho, apresentando-se apenas como "Rebelde da Rádio". Incomodado com o sucesso do programa, o diretora do colégio vai fazer de tudo para acabar com a alegria de Tara.
              Minha Opinião: O enredo desse filme é bem clichê a maior diferencia seria a rádio, mas o que eu mais gosto desse filme é que ele soltas algumas dicas para você se aceitar do jeito que é, e são dicas que podemos trazer para o nosso dia-a-dia, são bem reais.

              03. Pequeno Problema, Mega Confusão.
              Sinopse: Wren é uma jovem sarcástica que não vê a hora de deixar a família para trás e entrar na faculdade. Entretanto, ela precisa cuidar do irmão caçula, Albert, em plena noite do Dia das Bruxas. Ela não gosta da tarefa, mas acaba cumprindo-a por ordem de sua mãe, Joy. Só que, em meio às visitas para pegar gostosuras, Wren se distrai ao ser convidada para a festa do ano e Albert simplesmente desaparece. Desesperada, Wren conta apenas com a ajuda de April, sua melhor amiga, para encontrar o irmão antes que sua mãe descubra o que aconteceu.
              Minha Opinião: O filme se passa durante o High School, mas na verdade é no Dia das Bruxas, como a Wren tem que procurar o Albert isso não deixa o filme clichê. E ao decorrer do filme a Wren começa e se aceitar e começa a mostrar quem realmente é e o que realmente quer, e parando de ter o medo do que os outros vão pensar.

              04. Meninas Malvadas.
              Sinopse: Cady Heron é uma garota que cresceu na África e sempre estudou em casa, nunca tendo ido a uma escola. Após retornar aos Estados Unidos com seus pais, ela se prepara para iniciar sua vida de estudante, se matriculando em uma escola pública. Logo Cady percebe como a língua venenosa de suas novas colegas pode prejudicar sua vida e, para piorar ainda mais sua situação, Cady se apaixona pelo garoto errado.
              Minha Opinião: Meninas Malvadas já é um clássico não é mesmo então acredito que eu não precise falar mais nada, não é mesmo minha gente?

              05. Monte Carlo.
              Sinopse: Grace consegue realizar o sonho de viajar para Paris com as amigas Meg e Emma, mas o passeio revela-se um tanto decepcionante. O trio anda meio desanimado até o dia em que Grace é confundida com uma milionária inglesa chamada Cordélia e resolve assumir o papel. Muito luxo - e confusão - as espera em Monte Carlo.
              Minha Opinião: Esse filme é sem sombra de duvidas, um dos meus favoritos da vida, pois se passa na França tem duas das atrizes que eu adoro (Selena Gomez e Leighton Meester) e pelo assunto deste post que é Grace se encontrando se aceitando e não se colocando para baixo.

              Apesar de ser um assunto meio clichê e uns filmes meio clichê eu espero que vocês gostem e que sentia que precisava de dicas para se encontrar com esses filmes pelo menos um deles vai te ajudar. Agora eu quero saber a opinião de vocês, se gostaram ou não? E o que mais vocês querem ver por aqui? E se tem algum filme nesse estilo para me indicar. Então... Até a próxima. Amo vocês!!
              Beijinhos... 

Primeiras Impressões: Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor (Sarah Butler)

Título Original: Ten Things I've Learnt About Love.
Título: Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor
Autora: Sarah Butler.
Editora: Novo Conceito.
Lançamento: Agosto/Setembro de 2015.

              Sinopse: A história fala sobre duas pessoas completamente diferentes e, ao mesmo tempo, que complementam-se: Daniel, um mendigo que lista diariamente os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu; e Alice, que não se sente à vontade entre a família que a cerca e também tem a sua lista, de coisas que a tornam feliz ou triste. O que eles tem em comum, devem estar me perguntando? O amor, é claro, esse sentimento que se torna um dos personagens principais, presente em toda a história.

              Minha Opinião: Na última quinta-feira (30), assim que cheguei do colégio reparei um e-mail com um título curioso na minha caixa de entrada: "Estão prontos para aprender sobre o amor?". Era um e-mail do Ludson Aiello, Gerente de Marketing da Novo Conceito, me convidando para ler um pequena degustação de um dos próximos lançamentos da editora e entrar em um brincadeira, mas já volto a falar sobre isso, antes quero falar sobre essa capa.
              Eu estou completamente apaixonada por essa capa, ela é linda, é simples, mas ao mesmo tempo remete algo mágico, e não digo no sentindo de magia em fantasia, mas no sentido real, por exemplo, o amor é um sentimento mágico, algo incrível na nossa vida.
              Agora já falando sobre o livro, ele é em primeira pessoa e todo início de capítulo tem um lista com 10 fatos, lembranças, sentimentos, desejos que tem haver com o capítulo que vem a seguir, e eu achei uma forma diferente e super legal de começo de capítulo.
              Já que estou falando de capítulo, devo dizer, que o os capítulos são alternados entre os da Alice e os do Daniel, e apesar de eu ter lido apenas quatro capítulos, posso dizer, que consegui sentir como a Alice e o Daniel estão tristes e amargurados.
              Fora a Alice e o Daniel, eu posso dizer que conheci apenas a família da Alice, o pai e as irmãs. Apesar de o que eu li foi bem pouco em relação a versão final, eu não consigo imaginar exatamente para onde a história vai, mas já estou elaborando algumas teorias, e tudo isso significa que eu fiquei muito curiosa.
"Uma vez que tenha me apaixonado, acho quase impossível me desapaixonar; aprendi isso sobre mim mesmo. Não é algo que torne a vida mais fácil."
              Normalmente, quando a Novo Conceito, me manda previas eles mandam na versão física, mas dessa vez não, eles me mandaram em pdf, mas, posso dizer, que em quesitos gráficos, se a versão física ficar igual a versão que eles me mandaram, ela vai ser bem simples, mas bem fofa.

              Agora vamos falar da brincadeira, eu fui desafiada a escrever 10 Coisas que Aprendi Sobre o Amor, mas eu quero que vocês também façam essa lista e me mandem eu vou adorar saber o que vocês aprenderam.
              01. O amor aparece quando menos se espera e, às vezes, pelo lado que menos se espera.
              02. Antes de poder amar alguém, você deve amar a si mesmo.
              03. O amor é um sentimento forte, lindo e mágico, mas também pode ser trágico.
              04. Na maioria das vezes, quando se está apaixonado, vivemos a melhor versão de nós mesmos.
              05. O primeiro amor a gente nunca esquece.
              06. Todo tipo de amor tem sua importância.
              07. Amar não é fácil e nunca vai ser.
              08. O amor é o sentimento mais inspirador de todos.
              09. Não há nada como dar e receber amor.
              10. É impossível viver sem amor.

              Espero que vocês tenham gostem, eu não quis falar muito sobre a história pois sinto que pode ser um spoiler. Estou curiosa para conhecer a lista de vocês e se vocês estão curiosos para conhecer a versão final do livro tanto quanto eu. Até a próxima. Amo vocês!!
              Beijinhos...

Leituras do Mês: Julho de 2015

               Oi pessoal! Tudo bem?
               Como já é de costume o primeiro post do mês é o Leituras do Mês, mas dessa vez tem uma diferença, dessa vez é em vídeo.
               Só que eu tenho que dizer que aconteceu algumas mudanças, além dos livros que eu li, eu mais uma previa que é a: "Dez Coisas que Aprendi com sobre o Amor" que o post de quarta vai ser sobre ele, então não vou falar mais nada, e no final eu acabei nem começando "A Playlist de Hayden".
               Sem mais delongas o vídeo:


               E como prometi no vídeo aqui estão os links:
               * Da playlist do Projeto: Sweet Sixteen.
               * Resenha: O Sangue do Olimpo (Rick Riordan).

               E sobre o aviso eu vou tentar postar três vídeos por mês, e se eu conseguir, isso vai virar oficial, então vamos ficar de dedos cruzados.
               Espero que vocês tenham gostado de mais uma novidade, quero saber a opinião de vocês sobre isso e como foram as leituras do mês de vocês. Até a próxima. Amo vocês!!
               Beijinhos...
google7daadd2f4ae3ab26.html